quinta-feira, 30 de junho de 2011

Pense nisso.

"Nunca duvide de que um pequeno grupo de pessoas esforçadas e decididas seja capaz de mudar o mundo. Na verdade, essa é a única maneira de fazê-lo" 
Margaret Mead

terça-feira, 28 de junho de 2011

Carta aberta.


CARTA ABERTA A QUEM INTERESSAR POSSA!

por Jailton de Sousa Xavier*

Quem foi que disse que GREVE é caso de Polícia!? ou: Polícia não é pra quem precisa de Polícia!? Trabalhadores(as)/operários(as), estudantes cumpridores dos seus deveres podem exigir os seus direitos!? Como a gente pode imaginar que a POLÍCIA paga com nossos próprios salários/impostos aceite bater em trabalhadores(as)/operários(as), desempregados, estudantes que estão reivindicando seus direitos, como temos vistos nesses dias, também, aqui no Brasil?! É pra manter a ORDEM!? Que ORDEM!? É essa “ORDEM” corrupta que vemos assolando o nosso país, o nosso Estado e municípios patrocinada por grupelhos partidários corruptos que se reúnem em bastidores para “BOLAR” sorrateiramente contra aqueles e aquelas que trabalham e que realmente querem um país verdadeiramente democrático e justo!? Nós só somos cidadãos/cidadãs apenas para votar!? ou : nós temos em quem votar!? Como é que o brasileiro não sabe votar se nós não temos mais (ou nunca tivemos) em quem votar!? Será que o voto vai resolver!?

Como vai resolver se em várias instâncias desse “poder” burguês existem vários(as) bandidos(as) engravatados que se perpetuam lá, apoiados(as) por vários(as) pelegos(as) e, que, muitos(as) já colecionam mais de dez, vinte, trinta anos nos bastidores podres dessas politicalhas que destroem famílias honestas e trabalhadoras!? Isso é política!? No Brasil mais recente quando se alimentou que o voto resolveria alguma coisa fomos decepcionados, e estamos sendo, por termos pensado que o voto resolveria! lembram!? ou então: o voto é pra resolver e dá direitos somente para uma pequena minoria!? Ainda mais uma minoria corrupta!? 

Aqui eu conclamo a UNIÃO de trabalhadores(as)/operários(as), desempregados(as), estudantes, etc para respondermos a essas e outras questões e buscarmos ações, teóricas e práticas, para plantarmos sementes transformadoras/revolucionárias, ou seja, a luta deve ser unificada e não fragmentada pois os corruptos e pelegos(as) plantonistas fingem ser rivais mas isso somente acontece às vistas do povo e para a imprensa marrom paga para ajudar a fortalecer o poder dessas RATAZANAS porém nos bastidores eles/elas estão sempre maquinando, unidos(as), contra os trabalhadores(as)/operários(as), desempregados(as), estudantes, etc que realmente querem um país e um mundo melhor. 

Não sou partidário embora tenha buscado, em tempos atrás, uma identificação partidária o que me faz ter um profundo arrependimento! Sabemos, também, que na busca de várias perguntas e respostas sobre essas e outras questões não podemos nem devemos generalizar mas há uma necessidade urgente dos povos se manifestarem publicamente contra certas aberrações pois é bem melhor, por exemplo, perdermos dois , três meses de aulas por causa das greves do que perdermos a escola pública pro resto da vida e que seja realmente uma escola pública de qualidade pois, propositalmente, é isso que alguns grupelhos burgueses e pelegos LAMBE BOTAS desse capitalismo selvagem pretendem: é acabar com a escola pública! Ou os povos adormecidos que se recusam a se politizar não estão percebendo isso!? Precisamos, todos e todas, sairmos da inércia.

Vamos às ruas reivindicarmos os nossos direitos. Não é muito melhor perdermos apenas uma “rosa” (ainda mais quando a supracitada rosa possui vários espinhos dentro de si e em sua volta) do que perdermos a primavera inteira das verdadeiras rosas e flores pro resto das nossas vidas e das gerações vindouras!? Vamos a luta! 


* Jailton de Sousa XavierProf. de Educação Física (com pós-graduação). Efetivo da rede estadual de ensino(RN), lotado na E.E.Dr.Dagmar Sabino  Ens. Fundamental, A. Branca(RN). Discente do curso de Filosofia/UERN, Formado em Geografia / UFRN. Pós-graduando em Gestão Pública Municipal /UFRN  e Educação Ambiental/IFRN. Ex-dirigente estudantil na UERN, ex-telegrafista da Marinha.  CTR da Marinha Mercante tendo viajado por vários países como: Argentina, Bolívia, Canadá, EUA, Espanha, Marrocos, Venezuela entre outros. Tendo desenvolvido (e ainda desenvolvendo) vários trabalhos voluntários.
 

domingo, 26 de junho de 2011

"Pingo da Mei Dia" da greve.

Ontem, sábado, o SINTE ,em conjunto com a ADUERN e o COMEM, promoveu o “Pingo da Mei Dia” da greve. Professores, estudantes, poetas e cantores estiveram reunidos para mais uma manifestação.

A forma pacífica e alegre de se fazer protesto tem respaldo social. Porém, a governadora já sinaliza com o corte de salários dos servidores. Atitude como essa poderá transformar esta manifestação em uma forma mais radical. A truculência da governadora remete a mesma época de quando ela foi prefeita da cidade (Mossoró) – sempre se mostrou pedante ao receber sindicatos.

É salutar perceber que a governadora está utilizando-se das mesmas estratégias da época em que foi prefeita. Lembro aqui, e como diz Carlos Santos, que O Estado não é Mossoró. “O buraco é mais embaixo”.

Espera-se que atitude como essa, da Excelentíssima Governadora, não venha ser totalmente arbitrária e radical. Isso evitaria muito outros problemas que, porventura, nasceriam anti as ações não muito prudentes.

Para destacar a atitude truculenta do governismo utilizo aqui uma música de Clara Nunes (“Lama”) que encaixa bastante com a forma de governar da Senhora, então governadora, Rosalba Ciarlini. 

Pelo curto tempo que você sumiu
Nota-se aparentemente que você subiu
Mas o que eu soube a seu respeito
Me entristeceu, ouvi dizer
Que pra subir você desceu
Você desceu
    (...) 
Por isso não adianta estar
No mais alto degrau da fama
Com a moral toda enterrada na lama 

Escute a música aqui:

Veja as fotos do sábado: O “Pingo da Mei Dia”























sexta-feira, 24 de junho de 2011

O dia a dia: barraca e ocupação na 12ª DIRED

Hoje, nono dia de ocupação da DIRED pelos estudantes,  e professores com mais de 50 dias parados, a manifestação sobe as barracas está a todo vapor.  Musicais, conversas, jogos e muito calor aconteciam sobe a proteção de lonas. Todos na paz. Nada de violência. 

Dentro, na DIRED, estudantes planejavam ações, conversavam entre eles e participavam também das conversas nas barracas.

 ... Nestes momentos de descontrações,  percebíamos uma quantidade estranha de carros e motos de policiais passarem de fronte ao local (foto). O porquê disso, não sabemos. Mas se pode já ter uma ideia do que possa ser.

Por enquanto, nada mais a declarar. 

Confira aí:











quinta-feira, 23 de junho de 2011

O calo no sapato do governo.


Conheçam os estudantes que são “o calo no sapato do governo”. Desta feita, destaco o COMEM (Comando de Mobilização Estudantil de Mossoró). Uma turma de prestigiados estudantes, fazendo história, e, ao mesmo tempo, lutando por uma educação de qualidade. 

O COMEM já é destaque na mídia jornalística local. Apesar de suas ações se concentrarem na cidade de Mossoró/RN,  tendo como alvo o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, o movimento já tem até respaldo de luta, nas rede sociais, de estados vizinhos e até de estados mais distantes do RN. 


“O COMEM é a vacina contra os vírus governistas que promovem a doença na educação”.



CARTA PARA IMPRENSA

Norte-rio-grandenses, cansamos de ver a educação ser algo invisível para a sociedade, principalmente para os políticos, por isso, ontem, no dia 16 de junho de 2011, o Comando de Mobilização Estudantil (CME) resolveu ocupar 12º DIRED em Mossoró. A ocupação é uma forma simbólica de sensibilizar as pessoas para que vejam as inúmeras necessidades que precisam, imediatamente, ser solucionadas a fim de que a educação do Estado melhore.


Fazem parte do Comando de Mobilização Estudantil estudantes da UERN, UFERSA, Escolas Públicas e Particulares. O grupo é aberto para que os estudantes que estão preocupados com a Educação do Estado e do país. Convocamos a sociedade para debater e lutar em favor da educação de qualidade para todos os potiguares.


Durante as nossas reuniões de Comando, decidimos ocupar o prédio da DIRED. A ocupação foi pensada para um prédio que não se restringisse somente a UERN, pois acreditamos que existem reivindicações estudantis de competência do Estado. A ocupação do prédio objetiva-se pressionar o governo para abrir um canal de diálogo entre os estudantes e o Estado, já que até o momento isso não vem ocorrendo.

Durante as assembléias dos estudantes da UERN, decidimos quais as prioridades para Universidade e para o desenvolvimento da educação do Estado. Acreditamos que a precariedade da educação brasileira está relacionada com os investimentos feitos na educação, no Rio Grande do Norte não é diferente. No ano de 2011 foi contingenciado em mais de 50% a verba destinada à UERN. A UERN está cada vez mais defasada, sem estrutura e agora sem verba para se manter.

A partir disso os estudantes da UERN deflagraram greve no dia 30 de maio de 2011 para exigir condições básicas de estudo na Universidade. A situação na Universidade está insustentável, pois mesmo sem greve os alunos da UERN não têm condições de assistir aulas. As nossas reivindicações são: Descontingenciamento da educação da UERN; Suplementação de 4,3 milhões para assistência estudantil; Aprovação de uma Lei que proíba o contingenciamento orçamentário na educação; Implementação de um plano estadual de educação que garanta melhorias nos investimentos.

A meta do Comando de Mobilização Estudantil é desocupar o prédio somente quando o governo abrir um canal de diálogo direto com os estudantes e que nossas reivindicações sejam garantidas pelo Estado através de um documento assinado pela governadora, Rosalba Ciarlini, e a pela Secretária de Educação, Betânia Ramalho.

Aproveitamos a oportunidade para solicitarmos o apoio dos estudantes e de toda a sociedade ao nosso Movimento em defesa da educação.

Comando de Mobilização Estudantil (CME)


CARTA AO GOVERNO

Exma. Senhora

Rosalba Ciarlini Rosado,
Governadora do Estado do Rio Grande do Norte
MOSSORÓ, RN.


Senhora Governadora:

O Comando de Mobilização Estudantil de Mossoró (COMEM) vem, por meio desta nota, expressar total repúdio à decisão do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, utilizando-se de autoritarismo e truculência não acatando a reivindicação de comparecer a 12° Diretoria de Educação, Cultura e Desporto (DIRED) de Mossoró/RN, inviabilizando o diálogo e impedindo as negociações com os representantes do COMEM, em relação à desocupação do recinto.

Como é de conhecimento de Vossa Excelência, há algum tempo o Comando de Mobilização Estudantil de Mossoró (COMEM) tenta negociar suas pautas com o Governo do Estado, não obtivendo êxito. Sendo assim desta maneira, o comando, através de uma assembléia geral realizada no dia 20 de junho, decidiu por unanimidade recusar a proposta do Governo do Estado de somente iniciar às negociações após a desocupação da 12° DIRED de Mossoró/RN.

Nós, o Comando de Mobilização Estudantil de Mossoró (COMEM), reiteramos que, apenas desocuparemos o restrito órgão, somente quando o governo vir até o mesmo dialogar com os estudantes, e se esse diálogo resultar em acordo benéfico para o segmento estudantil.


Solicitamos ao Governo do Estado uma resposta até as 16h00min hrs (dezesseis) horas de hoje, 21 de junho, em relação ao dia e horário que a Exma. Sra. Rosalba Ciarlini Rosado poderá vir até a 12° Diretoria de Educação, Cultura e Desporto (DIRED) de Mossoró/RN dialogar conosco.

Comunicamos que, ao chegar o horário estipulado, e nenhuma resposta houver chegado, ou se vir e esta ser intransigente, autoritária e radical, no sentido de não dialogar durante a ocupação, adiantamos que também tomaremos medidas de desconforto para ambas as partes, de tal maneira a suspender a habitualidade do funcionamento total da 12° DIRED, a partir de quarta-feira, 22 de junho, até o Governo rever sua posição autoritária e resolver dialogar com os estudantes no local de ocupação, isto é, na 12° Diretoria de Educação, Cultura e Desporto (DIRED) de Mossoró/RN.

Atenciosamente,
Mossoró-RN, 21 de junho de 2011.


Fotos do grupo:







Nota do blog: Material gentilmente cedido pelo COMEM.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Barraca da Educação - aqui a luta é pela qualidade.

Sob a proteção de barracas, defronte a 12ªDIRED/Mossoró, os  sindicatos, professores e o movimento estudantil (COMEM), na luta em  prol da qualidade da educação, concentraram-se em manifestações variadas.

 Musicais, jogos, conversas e palestras,  promovem mais uma ação em favor da UERN e das escolas públicas do estado.

Fotos abaixo: